terça-feira, 6 de janeiro de 2009

procura-se Jacarandá em flor


Quem encontrar algum Jacarandá em flor, comunique tal desvario.




( Fotografia de Pedro Mil-Homens)

UNIVERSITY PARKS

Do céu pende a folhagem.
A miúda angústia a que
de novo apoio os cotovelos
adquire aqui tonalidades de ouro.

Passaram cães que pareciam cabras.
Por entre os vidros
inquietos dos meus óculos, o verde
das folhas tinge o coração.

Nas ervas
que crescem do meu espírito
pequenos animais escondem o focinho.

O mar vem agarrado à luz. As árvores
desafiaram o sol como se nele
tivessem as raízes enterradas

Luís Miguel Nava, Poesia Completa – 1979-1994

( Pedro Mil-Homens)

Um comentário:

Vicious Mistress disse...

Boa tarde!
Bom antes de mais fiquei em dar a minha opinião relativamente ao blog, aos poemas e aos escritores.

Apesar de alguns deles (os autores) não serem dos meus favoritos toda a poesia é bela!
Primeiro por se focarem maioritariamente na natureza o que acho maravilhoso, mas também pelo vasto conhecimento e descoberta de tanta e linda poesia.

Portanto a minha opinião é bastante positiva professor Pedro!
Optimo trabalho, e os meus parabéns igualmente a todo o resto da 'equipe'.

Marta Guerreiro.